top of page

Post

Manual de orientação da Monkeypox (MPOX)

No dia 7 de maio de 2022, a Organização Mundial da Saúde (OMS) foi notificada pelo Reino Unido, sobre um caso confirmado de mpox importado da Nigéria.

manual orientação monkeypox mpox

Em 15 de maio de 2022, foram confirmados mais 4 casos no país, no entanto, sem vínculo epidemiológico com o primeiro caso. Posteriormente, em 20 de maio de 2022, 11 países notificaram casos de mpox: Austrália, Bélgica, Canadá, França, Alemanha, Itália, Portugal, Espanha, Suécia, Reino Unido e Estados Unidos.

Considerando isso, no dia 20 de maio de 2022, a OMS emitiu um alerta sobre o aumento de casos confirmados da doença em países não endêmicos. E, em 23 de julho de 2022, diante da mudança do cenário epidemiológico global, com a disseminação da doença para 72 países e 14.533 casos confirmados, a OMS declarou Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional (ESPII), elevando o nível de atenção sobre a doença e recomendando a ampliação das capacidades de vigilância e medidas de saúde pública para contenção da transmissão nos países.

No Brasil, no dia 23 de maio de 2022, a Substituir por Secretaria de Vigilância em Saúde e Ambiente (SVSA) estabeleceu uma Sala de Situação para preparação e resposta do Sistema Único de Saúde (SUS) no enfrentamento da doença, a qual foi desmobilizada em 11 de julho de 2022.


Em 29 de julho de 2022, o Ministério da Saúde ativou o Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública Nacional – COE Monkeypox, objetivando organizar de forma coordenada a atuação do SUS para resposta à doença no país e assim fortalecer a vigilância e medidas de saúde para contenção e controle da emergência nas três esferas de gestão do SUS.


No dia 19 de agosto de 2022, foi publicado o Plano de Contingência Nacional para Monkeypox - Centro de Operações de Emergência em Saúde

Pública: COE Monkeypox, o qual foi atualizado em 12 de setembro de 2022.

Em Santa Catarina, a 1º Nota de Alerta sobre a Vigilância de Casos Suspeitos de mpox (Nota de Alerta nº 11/2022) foi publicada em 01 de junho de 2022, atualizada em três oportunidades, e substituída pela Nota Técnica nº 52/2022, publicada em 02 de agosto de 2022.


A Nota Técnica nº 52/2022 foi substituída pelo presente Manual, o qual, em conjunto com o “Plano de Contingência Estadual para Resposta às Emergências em Saúde Pública - Monkeypox (Varíola dos Macacos)”, publicado em 25 de agosto de 2022, nortearão as ações de ações de vigilância da mpox no âmbito do território catarinense.

Em 10 de maio de 2023, a OMS declarou o fim da ESPII e, no Brasil com base na redução sustentada de casos o CIEVS Nacional (Centro de Informações Estratégicas e Resposta em Vigilância em Saúde) avaliou a situação como de baixo risco.


Isso implica que o número de casos e a disseminação da doença estão controlados e não representam uma ameaça significativa à saúde pública no país.

Em 7 de julho de 2023, como resultado dessa avaliação, houve a desmobilização do COE mpox e a transferência do mpox para a área técnica Departamento de HIV/Aids, Tuberculose, Hepatites Virais e Infecções Sexualmente Transmissíveis do Ministério da Saúde (DATHI/SVSA/MS).


 

Leia o conteúdo completo:


manual-monkeypox-2024
.pdf
Fazer download de PDF • 11.04MB

Fonte: Governo de SC / SUS

コメント


bottom of page