top of page

Post

Análise de teses e dissertações sobre higienização das mãos no Brasil: estudo bibliométrico

DOI: 10.17058/reci.v13i3.18709

Resumo

Justificativa e Objetivos: em relação à higienização das mãos, é importante ressaltar a ausência de investigações documentadas na literatura científica que abordem a análise de teses e dissertações relacionadas a essa prática.

Tal lacuna justifica a realização deste estudo, que visa fortalecer e expandir a base de conhecimento relativa a essa temática, destacando sua relevância nos domínios do ensino, da pesquisa, extensão e inovação.

Objetivou-se analisar teses e dissertações publicadas em programas de pós-graduação stricto sensu sobre as práticas de higienização das mãos no Brasil. 

Métodos: estudo bibliométrico, realizado no Catálogo de Teses e Dissertações da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, considerando o período de 2013 a 2022. 

Resultados: foram incluídos 31 (100%) estudos, sendo 21 (67,7%) dissertações e seis (19,3%) teses. A enfermagem foi a principal área de avaliação (65,6%) que analisou, principalmente, a adesão às práticas de higiene das mãos (29,0%), a educação em saúde (12,9%), e realizou análise microbiológica das mãos (12,9%). Apenas três publicações utilizaram bases teóricas como núcleo central da pesquisa. 

Conclusão: este estudo permitiu identificar a necessidade de estudar a temática em nível de doutorado, utilizando bases teóricas que fornecerão o alicerce conceitual e filosófico para a prática clínica.

Leia o artigo completo:

Fonte: Reci – Revista de Epidemiologia e Controle de Infecção

コメント


bottom of page