top of page

Post

Ameci promove encontro científico sobre redução de risco de IPCS em rotas de contaminação

No dia 13 de agosto de 2024, a Ameci (Associação Mineira de Controle de Infecção) realizou um encontro científico com o tema "Redução de risco em IPCS através de rotas de contaminação".

encontro cientifico Ameci

O evento, que aconteceu no Baby Beef em BH, foi transmitido ao vivo pelo Youtube. No local estavam presentes 27 representantes de hospitais e instituições de saúde de Belo Horizonte e região metropolitana. (Assista ao vídeo)


A palestrante convidada foi a Dra. Daiane Cais, mestre em Enfermagem, especialista em Epidemiologia e Controle de Infecção, especialista em Cardiologia e bacharel em Enfermagem. Com vasta experiência na área, a Dra. Cais abordou temas relevantes sobre as práticas para a redução de infecção primária da corrente sanguínea (IPCS) em hospitais.

encontro cientifico Ameci

Na foto (da esq. para direita) os doutores: Guilherme Armond, Daiane Cais, Bráulio Couto, André Alvim e Hoberdan Pereira.


O encontro foi um sucesso, com a participação ativa dos profissionais presentes. A Dra. Cais respondeu a todas as perguntas com clareza e objetividade, e os participantes elogiaram a qualidade da palestra e a relevância do tema abordado.


A Ameci realiza periodicamente eventos científicos com o objetivo de promover a atualização profissional e o aprimoramento das práticas de controle de infecção em hospitais e instituições de saúde. A entidade acredita que a educação continuada é fundamental para a segurança dos pacientes e a qualidade da assistência à saúde.

encontro cientifico diretoria Ameci

Sobre a Ameci


A Ameci é uma entidade sem fins lucrativos que reúne profissionais de controle de infecção de todo o estado de Minas Gerais. A entidade tem como objetivo promover a educação continuada, a pesquisa científica e o desenvolvimento de políticas públicas na área de controle de infecção.


Sobre a IPCS


As infecções da corrente sanguínea (ICS) relacionadas a cateteres centrais estão associadas a importantes desfechos desfavoráveis em saúde.  65 a 70% dos casos poderiam ser prevenidos com adoção de medidas adequadas, como adesão de bundles relacionados.


Medidas básicas de prevenção de infecção no momento da inserção do cateter vascular complementadas por medidas de manutenção e por diretrizes de uso de tecnologias são estratégias relevantes à redução de risco de ICS relacionadas aos diversos acessos vasculares empregados na prática clínica.


Sobre a Dra. Daiane Cais


A Dra. Daiane Cais é mestre pela Escola de Enfermagem da Universidade de SP. Especialista em Epidemiologia e Controle de Infecção pela Universidade Federal de SP. Especialista em Cardiologia pelo Instituto do Coração da Faculdade de Medicina da USP. Bacharel pela Escola de Enfermagem da USP - Ribeirão Preto.


Assista ao vídeo



 

Seja um associado da Ameci e mantenha-se atualizado nas práticas de prevenção e de controle das Infecções Relacionadas à Assistência à saúde e eventos adversos associados.


コメント


bottom of page