top of page

Post

Alerta técnico - surto de micobactéria de crescimento rápido em procedimentos estéticos

Atualizado: 1 de abr.

Nota Técnica nº 6/SES/SUBVS-SVS-DVSS/2024



A Coordenação de Segurança do Paciente da Diretoria de Vigilância em Serviços de Saúde/

Superintendência de Vigilância Sanitária do Estado de Minas Gerais comunica que foi identificado um surto de Micobacteriose pós procedimentos estéticos em uma clínica do município de Belo Horizonte.

Até o momento, 13 casos estão em investigação, sendo um confirmado para Mycobacterium

spp e outro para Mycobacterium abscessus.

O procedimento cirúrgico envolvido foi lipoaspiração de papada, o qual visa promover a

redução da gordura localizada no pescoço.


MICOBACTÉRIA DE CRESCIMENTO RÁPIDO


A micobactéria de crescimento rápido (MCR) é um microrganismo que habita o meio

ambiente em geral, particularmente o solo e a água, é responsável pela infecção relacionada a assistência à saúde. Fatores de risco de contaminação incluem traumas e falhas técnicas de esterilização de instrumentos cirúrgicos.

Os sintomas caracterizam-se por dificuldade de cicatrização e surgimento de nódulos e

secreção no local da cirurgia. O tempo para manifestação varia de duas semanas até dois ano após o procedimento cirúrgico.

A MCR se tornou um agente de monitoramento por parte da ANVISA e Vigilâncias

Sanitárias após a ocorrência de surtos locais distribuídos pelo país entre os anos de 2003 a 2008, principalmente; onde mais de 2.000 casos de infecção por MCR foram identificados. A transmissão estava relacionada ao processamento inadequado de produtos para saúde utilizados em procedimentos invasivos.


 

LEIA O CONTEÚDO COMPLETO:


SEI_84895244_Nota_Tecnica_6
.pdf
Download PDF • 69KB

Fonte: Secretaria de Saúde de MG

コメント


bottom of page